terça-feira, 16 de julho de 2013

Capítulo 8

“Yeah I've been feeling everything from hate to love to lust, from lust to truth I guess that's how I know you, so I hold you close to help you give it up”

Quando Demi acordou já era quase meio dia. Sábado era definitivamente seu dia preferido da semana. Quando passou pelo quarto de hóspedes, viu Layla de frente para o espelho arrumando o cabelo. Ela estava toda produzida em um vestido branco, maquiada e de salto alto.
ㅤㅤㅤㅤ__Vai a algum lugar?__ Demi perguntou sem muito interesse.
ㅤㅤㅤㅤ__Joseph vai me levar para almoçar e conhecer a cidade. 
ㅤㅤㅤㅤ__Espera um minuto, você disse... Joseph?
ㅤㅤㅤㅤ__Sim__ Layla se virou para fitá-la e sorriu__ ele se ofereceu pra me mostrar à cidade já que
você está indisponível priminha. Ele não é um amor de pessoa? O que você acha da minha roupa? Está boa para um primeiro encontro não está?
ㅤㅤㅤㅤDemi ouvia Layla tagarelando, mas não absorveu nem metade do que ela disse. Como assim ela ia sair com Joseph? Demi já tinha seus planos para Joseph, e não pretendia deixar que sua prima atrapalhasse isso, não mesmo. Quando Demi despertou de seus devaneios, Layla já havia sumido. Ela desceu as escadas correndo, pronta para impedir que ela saísse, mas deu de cara com o pai.


ㅤ__Demi, preciso falar com você.
ㅤㅤㅤㅤ__Eu estou com um pouquinho de pressa__ ela tentou sair, mas ele a impediu.
ㅤㅤㅤㅤ__É importante__ ele insistiu__ o julgamento do caso que estou trabalhando vai acontecer hoje. Eu preciso que você fique em casa e não saia até eu voltar entendeu?
ㅤㅤㅤㅤ__O que?
ㅤㅤㅤㅤ__Demi, presta atenção. Não é seguro para você ficar zanzando por ai sozinha hoje. Não estou te castigando, só quero que fique em casa até que eu volte, só por hoje, está entendendo?
ㅤㅤㅤㅤAquilo definitivamente arruinaria todos os seus planos. Aquele não era seu dia de sorte.
ㅤㅤㅤㅤ__Você me ouviu Demi?
ㅤㅤㅤㅤ__Eu ouvi__ ela quase gritou irritada__ não se preocupe, eu entendi muito bem.
ㅤㅤㅤㅤ__Ótimo. Eu tenho que ir agora... Até mais tarde. 
ㅤㅤㅤㅤDemi praguejou baixinho enquanto via o pai se afastar. Ela conhecia o jeito da prima quando se tratava de homens. Se Joseph dormisse com ela tornaria os planos de Demi ainda mais complicados. Ela foi até a cozinha, e enquanto comia alguma coisa, resolveu pensar no que faria. Sabia que o certo seria ficar dentro de casa, segura até o pai voltar. O trabalho dele não era brincadeira.


ㅤㅤDemi até tentou obedecer, mas Depois de uma hora vagando de um lado para o outro, resolveu que era hora de parar de enrolar e pegar pesado. Então ela se arrumou e saiu de casa. No momento que chegasse ao apartamento de Joseph estaria segura e nada lhe aconteceria, então não se permitiu ficar preocupada. 
ㅤㅤㅤㅤEla ficou imaginando onde Joseph e Layla estariam e o que estariam fazendo. Com certeza teriam uma surpresa quando voltassem para casa. Quando finalmente chegou ao apartamento dele, Demi tocou a campainha, só para se certificar de que não havia ninguém, mas se surpreendeu quando Layla abriu a porta.
ㅤㅤㅤㅤ__Layla? 
ㅤㅤㅤㅤ__O que você está fazendo aqui Demi?
ㅤㅤㅤㅤ__Você e Joseph não iam sair?
ㅤㅤㅤㅤ__Ainda vamos__ ela respondeu sorridente__, mas resolvemos almoçar primeiro, aqui mesmo no apartamento dele e conversar um pouco. Agora, o que você está fazendo aqui?
ㅤㅤㅤㅤDemi passou por Layla e entrou no apartamento, sem pedir licença.
ㅤㅤㅤㅤ__Onde Joseph está?
ㅤㅤㅤㅤ__Tomando banho. Eu derramei comida nele sem querer... Ops__ ela deu de ombros.


ㅤ__Tudo bem__ Demi se virou para encará-la__ eu vou direto ao assunto. Fique longe do Joseph porque ele é meu.
ㅤㅤㅤㅤ__Como é?
ㅤㅤㅤㅤ__Isso mesmo que você ouviu querida, fique longe dele. Eu o vi primeiro, e ele é meu.
ㅤㅤㅤㅤ__Eu não sabia que vocês estavam juntos. Ele não é muito velho para você?
ㅤㅤㅤㅤ__Não estamos juntos ainda, mas vamos ficar logo, se você não se meter no que não é da sua conta. 
ㅤㅤㅤㅤ__Se vocês não estão juntos__ Layla cruzou os braços a desafiando__ eu não tenho porque te obedecer. Joseph precisa de uma mulher de verdade, não de uma criança. Então porque você não volta para casa querida, vai ser melhor para todo mundo. 
ㅤㅤㅤㅤ__Não brinca comigo priminha. 
ㅤㅤㅤㅤ__Não estou brincando. Eu gosto de Joseph, ele me convidou para vir e eu não vou embora a menos que ele me mande ir. Então porque não fazemos o seguinte? Perguntamos a ele com quem ele prefere ficar, e eu acho que já sabemos quem ele vai escolher. 
ㅤㅤㅤㅤDemi definitivamente não gostava de Layla.


_Contraproposta__ ela se aproximou e começou a empurrar Layla para fora do apartamento__ você some da minha frente e não aparece aqui nunca mais.
ㅤㅤㅤㅤ__Hey, me solta garota.
ㅤㅤㅤㅤEra uma boa coisa que Layla fosse uma patricinha cheia de frescuras, porque isso impediu que ela lutasse muito para se desvencilhar de Demi. Devia estar com medo de quebrar as unhas ou algo assim. Demi a empurrou para fora do apartamento com toda sua força e bateu a porta na cara dela. 
ㅤㅤㅤㅤ__Até mais vaca. 
ㅤㅤㅤㅤLayla ficou batendo na porta e gritando para que Demi a abrisse. Mas ela não deu ouvidos, era hora de colocar seu plano em ação. Ela caminhou pelo apartamento em direção ao banheiro e ouviu o barulho do chuveiro aberto. 
ㅤㅤㅤㅤ__Layla?__ Joseph chamou de lá de dentro__ que barulho é esse? Está tudo bem ai?
ㅤㅤㅤㅤAquilo seria melhor se Layla não estivesse esmurrando a porta lá fora, mas Demi ignorou. Com um sorriso malicioso no rosto, ela tirou as roupas e as largou ali mesmo no chão do corredor e entrou no banheiro sem fazer barulho. Joseph estava debaixo do chuveiro, de costas... O vidro embaçado por causa do calor da água quente não permitia que visse muita coisa.


ㅤTentando não fazer nenhum barulho, Demi abriu a porta bem devagar e entrou de fininho. Joseph estava bastante distraído, pois não percebeu a presença dela, até que se meteu debaixo da água e o abraçou por trás. Ele se encolheu assustado e se virou apressado.
ㅤㅤㅤㅤ__Layla, o que você está...
ㅤㅤㅤㅤEle se interrompeu no meio da frase ao dar de cara com Demi bem a sua frente. 
ㅤㅤㅤㅤ__Demetria? O que você está fazendo? Ficou maluca?__ ele disse alterado__ onde está Layla? Como você entrou aqui?
ㅤㅤㅤㅤ__Eu a mandei embora__ Demi deu de ombros__ ela só ia nos atrapalhar. 
ㅤㅤㅤㅤDemi avançou na direção dele, aproveitando que estava meio que em estado de choque. Ele cambaleou para trás, até encostar na parede e Demi o imprensou com seu corpo, juntando seus lábios num beijo. Joseph anda tentou resistir, a empurrando para longe.
ㅤㅤㅤㅤ__Demi, pare com isso__ ele disse__ você perdeu completamente o juízo? É só uma criança.
ㅤㅤㅤㅤ__Olhe para mim Joseph__ ela sussurrou e forma sensual__ eu pareço uma criança para você?


ㅤEntão ele cometeu um pequeno erro que deu uma grande vantagem a Demi. Ele realmente a olhou. Seus olhos castanhos percorreram o corpo nu dela, dos pés a cabeça, e Demi percebeu naquele momento a convicção dele fraquejar. Demi tinha apenas 17 anos, mas estava longe de ser uma criança ou de parecer com uma... Ela era uma mulher feita. 
ㅤㅤㅤㅤ__Para de resistir__ ela sussurrou, se aproximando dele novamente__ não tem nada de errado nisso, você quer e eu também. Vamos lá... Vai ser o nosso segredinho. 
ㅤㅤㅤㅤEle não disse, nem fez absolutamente nada. Apenas continuou lá parado a olhando. Demi se aproveitou do momento de fraqueza e o beijou novamente. Joseph podia ser o maior cavalheiro do mundo, mas ainda era homem. Demi achou que ele fosse resistir mais um pouco, mas quando seus lábios se tocaram pela segunda vez, ele perdeu o controle. Seus braços fortes a envolveram e ele a puxou para junto de si. Demi se sentiu estremecer levemente quando seus corpos se tocaram sob a água quente e quando ele finalmente correspondeu ao seu beijo. 
ㅤㅤㅤㅤAquele sim era um homem de verdade, que sabia o que fazia. Bem diferente de Dylan, que só tinha pose. Joseph a girou e a imprensou contra a parede, que ao contrário da água, estava bem fria. Ela soltou um gemido, mas sorriu satisfeita... Tinha conseguido o que queria... Ele estava em suas mãos.


Joseph tinha tentado resistir. Ficou se lembrando que ela era filha de seu melhor amigo e que tinha apenas dezessete anos, nova demais. Mas ela definitivamente não parecia uma criança. Tinha o corpo perfeito de uma mulher e sabia muito bem o que fazer para provocá-lo. Joseph era um homem direito e sensato, mas ainda assim um homem. E aquilo era um pouco demais... Até mesmo para ele. 
ㅤㅤㅤㅤPor um momento, ele se deixou levar pela loucura, pelo súbito desejo que o abateu. Ele a segurou com força e a imprensou contra a parede, sentindo o corpo pequeno dela contra o seu. E a beijou, a língua dela se enroscava na sua, lhe causando arrepios, assim com as mãos delicadas passeando por suas costas e seus braços... Ela sabia o que fazer e como fazer. 
ㅤㅤㅤㅤTeria sido muito fácil se deixar levar pelo desejo. Seria maravilhoso simplesmente largar a razão de lado e enterrar seu corpo no dela ali mesmo, debaixo do chuveiro, a ouvindo gemer o seu nome, como fazia nesse exato momento. Talvez ele tivesse feito se fosse outra garota, alguma outra adolescente com uma paixonite por ele. Mas aquela não era uma garota qualquer. Era filha do seu melhor amigo. E uma parte dele sabia muito bem o motivo pelo qual ela estava fazendo aquilo. 
ㅤㅤㅤㅤEntão a razão retornou de súbito.


Joseph se afastou dela rapidamente, quase tropeçando. Abriu a porta e saiu, puxando a toalha e se cobrindo. Demi saiu também, o encarando um pouco confusa, os cabelos molhados, grudados no corpo.
ㅤㅤㅤㅤ__O que aconteceu?__ ela perguntou.
ㅤㅤㅤㅤJoseph pegou uma toalha e jogou para ela.
ㅤㅤㅤㅤ__Se cubra por favor__ ele pediu e sem dizer mais nada, saiu do banheiro. 
ㅤㅤㅤㅤEle caminhou em direção ao quarto, pegou uma calça qualquer no guarda roupa e a vestiu. Quando se virou Demi estava bem atrás dele, ainda sem roupa alguma. 
ㅤㅤㅤㅤ__Joseph, o que aconteceu? Porque você parou? Não estava gostando? Eu acho que estava.
ㅤㅤㅤㅤEla ia se aproximando de novo, e foi naquele momento que Joseph perdeu toda a calma que vinha tendo com ela. 
ㅤㅤㅤㅤ__Pare bem ai__ ele gritou irritado e ela congelou no lugar, surpresa com a reação dele__ não chegue perto de mim de novo. Eu disse para você parar com essa palhaçada, qual é o seu problema Demi? Você não percebe o que está fazendo?
ㅤㅤㅤㅤ__Eu só estou querendo me divertir.
ㅤㅤㅤㅤ__Não tem graça. Você pode achar que pode fazer tudo o que bem entender e que não vai haver consequências, mas não é assim que as coisas funcionam. Você tem noção do problema em que eu me meteria se fizesse uma besteira dessas?


ㅤ__Eu não...
ㅤㅤㅤㅤ__É claro que não né? Você não ta nem ai para os problemas que pode causar. Mas eu não vou fazer parte disso. Veste a sua roupa e sai do meu apartamento agora. 
ㅤㅤㅤㅤ__Mas Joseph...
ㅤㅤㅤㅤ__Você ouviu__ ele gritou irritado__ se vista e vá embora. 
ㅤㅤㅤㅤDemi exitou por um momento, mas finalmente se moveu, pegou as roupas caídas no chão e sumiu na direção da sala. Joseph ficou ali parado no quarto e ouviu quando ela bateu a porta com força ao sair. Ele respirou fundo, tentando acalmar os nervos. E conforme os minutos passavam e a raiva ia sumindo, ele se sentiu um pouco culpado por ter gritado com Demi. 
ㅤㅤㅤㅤEle não queria ter perdido a calma, mas a raiva foi o único jeito de conseguir evitar fazer uma besteira. Saia que Demi fazia essas coisas para chamar a atenção do pai, e que ela precisava de ajuda, de alguém que a compreendesse e não gritasse com ela, mas foi impossível de se controlar. Depois que o momento de raiva passou, ele vestiu uma camisa e resolveu ir atrás dela. Não era seguro para ela andar por ai sozinha.


ㅤㅤJoseph saiu do apartamento às pressas, o elevador estava demorando demais para chegar e ele considerou descer de escada, mas quando estava quase lá à porta do elevador abriu e ele entrou correndo, esbarrando em alguém no caminho... Era Vivian. 
ㅤㅤㅤㅤ__Joseph...
ㅤㅤㅤㅤEla começou a falar, dizendo que ele não tinha ligado mais e nem a procurado e uma porção de outras coisas irritantes, mas ele simplesmente não conseguia ouvir o que ela dizia. Não entendeu uma única palavra, só conseguia ficar encarando a porta, contando os segundo até chegar lá em baixo. Se alguma coisa acontecesse a Demi ele não se perdoaria, tinha prometido a Marcos que tomaria conta dela.
ㅤㅤㅤㅤQuando a porta do elevador abriu, ele a atravessou como um furacão, ouviu Vivian chamar seu nome, mas não olhou para trás. Correu até a rua e olhou para todos os lados a procura dela, mas não viu nada. Joseph foi caminhando pelo meio da multidão, esbarrando nas pessoas no processo, e tinha consciência de que estava mais nervoso do que deveria, mas não conseguia espantar o sentimento de preocupação. Foi quando passou por um beco entre dois prédios e ouviu um grito. 
ㅤㅤㅤㅤEle parou no mesmo instante e olhou na direção do som. Viu um homem alto e forte segurando uma mulher. Ou melhor... Uma garota. Com mechas azuis no cabelo. Seu coração disparou e sem pensar duas vezes ele se viu correndo em direção a ela. Pegou um pedaço de madeira que achou no chão e quando o homem estava prestes a bater nela, Joseph o acertou bem na nuca com toda a sua força. O homem caiu no chão na mesma hora, inconsciente. 
ㅤㅤㅤㅤDemi olhou para ele completamente chocada. Então num gesto inesperado, se jogou em seus braços e o abraçou apertado. Depois começou a chorar. 


Fim do Capítulo

3 comentários:

  1. Mano essa demi é muito safada
    Awwwnn o Joe ficou preocupado e foi atras dela, que fofo
    Acho que ja ta rolando um sentimento ai, e acho que o Joe vai fazer a Demi e o pai dela fazerem as pazes
    Posta logo
    Beijos,
    Lorena xoxo

    ResponderExcluir
  2. Putz eu preciso de MARATONA.
    Essa fic é boa d+. to viciada.

    Ameiiii o q a Demi fez com a prima dela. Garota insuportável...

    Demi safada. atacou o joe no chuveiro. foi quaaase. sacanagem ele ter resistido, mais acho que ele não vai aguentar muito tempo.

    Awnnnnn ele ficou td preocupado com ela. um pouco foi pelo pai dela, mais ele já tá se envolvendo....

    Eu Precisoooo de maissssss caps pleaseee
    Postaaa logooo

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Vi que é seguidora do blog da Diana (DSP), Encontro com o 666. Foi criado um clube de fãs para ela.
    Se quiser, torne-se seguidora e se puder, leia os posts.
    http://dianadspfas.blogspot.pt/
    Obrigada.

    ResponderExcluir