domingo, 5 de fevereiro de 2012

Chapter Twenty Five ( Maratona )

Enquanto caminhava pelo jardim da mansão Hawkins, Demetria só conseguia pensar em uma coisa... Salvar a vida de Joseph. Parecia que já fazia um século desde a ultima vez que ela pisara naquela casa, enquanto se aproximava percebia que a sensação de sufoco agora era ainda maior... Era como se ela entrasse lá novamente não pudesse mais sair, como se fosse ficar presa aquele mundo tedioso eternamente. Mais ela precisava entrar lá... Por Joseph. 
Demetria então engoliu sua covardia e passou as pressas pela porta da frente, indo direto a sala de estar... Nicholas estava em pé lá, olhando pra paredes enquanto andava de um lado pro outro.
 

_Nicholas precisamos conversar_ ela disse convicta.

_O que faz aqui? Não tenho nada pra falar com você Demetria... Me deixe_ ele resmungou_ vá aproveitar o tempo que ainda tem com seu maldito amante, pois daqui dois dias ele vai morrer.
 

_Se matá-la vai estar cometendo o pior erro de sua vida_ ela garantiu.

_Não creio nem um pouco nisso... Quando ele morrer vou me sentir novo em folha.
 
_Ele não tem culpa das coisas que faz, é apenas o monstro dentro dele... Joseph foi amaldiçoado, mais há uma forma de controlar isso, ele e Paul aprenderam como manter o monstro sobre controle, não é necessário que ninguém morra Nicholas... Não pode matá-lo somente porque esta com raiva de mim... Isso não esta certo_ ela disse desesperada.
 

Nicholas olhou pra Demetria seriamente... Não acreditava que toda aquela loucura estava mesmo acontecendo. Demetria, sua noiva, estava ali diante dele implorando pela vida de outro homem, um monstro... Justamente o homem que ele mais odiara em toda sua vida, era ironico e cruel. Ele imaginava de quantas formas diferentes era possivel partir um coração... Ele já conhecera algumas, agora imaginava quantas mais ainda faltavam.

_Você o ama mesmo Demetria?_ Nicholas perguntou sem rodeios.

_Amo_ ela confessou com lágrimas nos olhos_ mais que tudo.
 

_Faria qualquer coisa pra savá-lo?_ questionou tentando ignorar a ardente dor em seu peito.

_Qualquer coisa_ ela garantiu sem nem pensar duas vezes.

_Então case comigo_ ele pediu_ case como era pra ter sido... Seja minha esposa e eu deixo Joseph livre.

_O que?_ ela o encarou chocada.
 

_Case comigo amanhã a noite, antes da lua cheia... Basta dizer que sim, então ordeno que libero Joseph, depois que estivermos casados eu o solto e digo a todos que foi um mal entendido, que era mentira... Todos saem ganhando.

_Não posso fazer isso_ ela sacudiu a cabeça de olhos arregalados.

_O que prefere Demi? Ficar longe dele mais saber que esta vivo e bem? Ou recusar minha oferta e tê-lo morto em dois dias?_ ele perguntou a olhando fixamente_ a escolha é sua... Pode salvá-lo ou deixá-lo morrer.

_Como vou saber que vai cumprir sua promessa?_ ela perguntou desconfiada, mais considerando a ideia.
 

_Não vai saber... Vai ter que confiar em mim_ ele disse simplesmente.
 

Confiar em Nicholas... Será que depois de tudo ela era capaz disso?
Com certa amargura Demetria percebera que a unica que não era digna de confiança ali era ela... Ela era a traidora e não Nicholas, ela era que merecia ser punida... Os outros só sofriam por consequencia. Então ela podia salvar a vida de Joseph, deixar Nicholas feliz e por tudo em seu devido lugar... Os sentimentos dela no fim das contas não tinham importância. O que importava era concertar a bagunça que ela fez.

_Eu... Érr... _ ela não conseguia pronunciar as palavras.

_Vamos Demi, só uma palavrinha e ele estará a salvo_ Nicholas prometeu.

Uma palavra e ele estaria a salvo... Parecia fácil, mais não era. 
Mais o que importava se ela seria infeliz com isso... Nicholas estava certo... Pelo menos ele estaria vivo.
 

_Sim_ ela sussurrou e não acreditou quando as palavras sairam de sua boca_ eu caso com você.

Em outra época o sorriso que iluminou o rosto de Nicholas a teria comovido e contagiado... Como quando ele a pediu em casamento a primeira vez... Mais agora só lhe deu náuseas.
 

_Não faço isso por você_ ela deixou bem claro_ faço por ele... Porque o amo. E se quebrar sua promessa... Eu mesma o mato.
 

O sorriso de Nicholas se desfez... Era claro que ela não fazia aquilo por ele, eles se casariam mais ela nunca seria completamente dele. Mais ele não perdia as esperanças, ele faria as coisas mudarem... Teria mais uma chance de fazê-la ver que aquilo era o melhor.
 
Demetria saiu da casa apressada, sem dizer mais nenhuma palavra... O sim ficava ecoando em sua mente, rindo de sua cara... Estava tudo tão errado e sem nexo. O mundo tinha virado de cabeça pra baixo.
 
Ela não percebeu aonde estava indo até que olhou pra frente e estava parada na porta da casa de Paul... Não o vira desde que tudo aconteceu e estava preocupada. Talvez ele tivesse um jeito melhor de salvar Joseph... Talez nem tudo estivesse perdido.
 

_Paul?_ ela chamou baixinho, entrando na casa devagar, os olhos atentos.
 

Não houve uma resposta, mais ela o encontrou sentado no sofá... A cabeça baixa, o rosto escondido nas mãos... Ele estava chorando. Demetria se aproximou devagar, sem querer assustá-lo... Ela se sentou ao lado dele no sofá.

_Paul?_ ela chamou novamente, pousando a mão sobre seu ombro. 

Ele ergueu os olhos lentamente pra fitá-la... Estavam vermelhos pelo choro.
 

_Eu perdi o controle Demi_ ele sussurrou amargurado_ ele escapou por entre meus dedos e não pude fazer nada.
 

_Não foi sua culpa_ ela tentou animá-lo_ foi minha... Eu estraguei tudo.
 

_Eu não imaginei que isso fosse acabar assim_ ele disse_ tantos segredos, tantas mentiras... Era óbvio que a rivalidade de Joseph e Nichoas ia acabar em morte. Só apostei na pessoa errada.
 

_Eu não vou deixar Nicholas matá-lo_ Demetria prometeu.

_Você sabe porque Joseph odeia tanto o Nicholas?_ ele perguntou de repente.

_Não... Não sei o que há entre eles dois_ ela confessou.
 

Era um história complicada... Uma história de amor desescadeou uma coisa que Paul não esperava. Um sentimento tão bonito virou uma cidade inteira de pernas pro ar... Ele e Sarah mudaram tudo... Depois que se conheceram tudo ficou errado.
 

_Quando te contei a história de Joseph omiti uma parte_ Paul confessou.
 

_Que parte?_ perguntou curiosa.

_Quando conheci Sarah, mãe de Joseph... Ela tinha um namorado assim como eu_ ele disse voltando a fitar o chão_ Jonathan Hawkins. O filho que ela esperava... Que foi amaldiçoado não era meu... Quando a conheci ela já estava gravida.

_O que?_ Demetria o olhou chocada_ Joseph é filho de Jonathan?

_Sim, apesar de tudo que nos impedia de ficar juntos estavamos completamente apaixonados... Então Sarah deixou Jonathan e eu abandonei Aurora_ ele explicou_ Jonathan não ficou com raiva de mim, ele conheceu Denise pouco depois e caiu de amores por ela, mais Sarah nunca lhe contou que o filho era dele... Eu não me importei de ter que criá-lo... Sempre o tratei como meu filho.

_Quer dizer que Nicholas e Joseph são irmãos?_ Demetria quase nem conseguia respirar agora.

_Não... Nicholas não é filho de Jonathan de verdade, ele foi adotado... Denise queria mais um filho, porém tinha dificuldades pra engravidar novamente, então resolveram adotar_ deu de ombros.

_Eles sabem disso? Quer dizer...

_Nicholas não sabe de nada, Jonathan tambpem não sabe... Ninguém sabe na verdade... Só contei a verdade a Joseph, achei que ele merecia saber_ explicou_ é por isso que ele não gosta de Nicholas, ele diz que roubou tudo dele... A vida de Nicholas era pra ter sido dele. Se eu não tivesse ficado com Sarah, ele seria o filho querido... Seria rico, provavelmente teria ido fazer intercambio como Nichoalas fez e talvez ele fosse seu noivo desde o inicio... Ele não seria amaldiçoado. Irônico não?
 

Demetria estava chocada demais com aquela informação pra dizer qualquer coisa... Podia ter sido tudo tão diferente.
 

_Não há como salvá-lo Demi_ Paul disse_ acho até que demorou tempo demais pra acontecer.

_Não, eu fiz um acordo com Nicholas... Se eu me casar com ele, ele soltará Joseph antes da Lua Cheia.

_Ele vai preferir morrer a té ver com Niholas.

_Isso não é uma opção... Eu vou salvá-lo_ ele prometeu.
 

_Se ele se transformar amanhã a noite Demetria, muita gente vai se machucar... E Joseph não vai se perdoar por isso_ Paul disse_ só tem um jeito de impedir uma tragédia amanhã.

_Como?_ ela perguntou.

Paul se virou, abrindo a gaveta da mesinha ao lado do sofá e tirou uma pistola de dentro, a colocando na mão de Demetria.

_Estão carregadas com balas de prata_ ele disse_ a unica coisa que pode pará-lo.

_Porque esta me dando isso?_ ela pergunto aflita.

_Porque se alguma der errada... Você vai ter que pará-lo_ avisou.
 

_Não, eu não vou fazer isso_ ela disse exasperada, mais Paul apertou sua mão e não deixou que ela largasse a arma.

_Joseph é meu filho, não importa que não tenha meu sangue_ ele murmurou_ eu o amo mais que qualquer coisa no mundo. É por isso que eu sei que ele prefere morrer a te sacrificar, ou machucar mais alguém... É por isso que sei que temos que por um fim nisso. Mesmo que Nicholas o solte ele não poderá viver mais em paz aqui... Chegou a hora Demi.

_NÃO_ ela gritou_ eu não quero.

_Olha pra mim_ ele pediu_ leve a arma com você... Pelo menos vai estar protegida, pois quando ele se transforma não faz distinção das pessoas Demi... Ele simplesmente mata quem aparecer a sua frente, eu sou uma prova disso... Só... Leve com você, vou estar mais calmo.

_Você não vai fazer nada?_ questionou indignada.

_Não tenho mais nada pra fazer_ ele sussurrou.
 

Demetria não queria, mais pegou a arma mesmo assim... Ela não usaria, mais a levaria consigo se faria Paul se sentir melhor. O seu plano do casamento saria certo. Joseph estaria livre e tudo seria resolvido... Ninguém ia precisar morrer aquele dia.
 
Ela esperava.
 

_Demi_ Paul chamou_ eu não te culpo... Você trouxe alegria ao coração partido do meu filho... Você o trouxe de volta a vida, e eu te agradeço muito por isso. É uma pena que eu tenha percebido isso tarde demais.
 

Ela sorriu pra ele... Paul perdera as esperanças, mais ela não.
 
Demetria caminhou até a cidade, antes de ir até Joseph ela parou por um entre umas árvores e escondeu a arma ali.
 
Amanhã seria um dia turbulento... E ela não fazia ideia do que a esperava.

Bom gente é o Seguinte eu vou querer no minimo 5 comentários pra cada poste ta bom ?!




Divulgando:


Jemi- The Story Of Us


http://jemifan-stories.blogspot.com/

9 comentários:

  1. posta logo!!!
    Adoro sua história!!!

    ResponderExcluir
  2. Posta posta posta posta

    ResponderExcluir
  3. AHHHHHHHHHHH DAY POSTA POSTAAAAAAA SUPER CURIOSA

    ResponderExcluir
  4. NOSSSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE PERFEITO

    ResponderExcluir