quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Chapter Five

Demetria estava sentada sozinha em um banco no jardim da mansão Hawkins. Ela mantinha os olhos fechados, sentindo o vento bater em seus rosto, acariciando sua pele, os cabelos negros e o vestido leve voando junto com o vento. A natureza... O único lugar onde ela se sentia realmente à vontade. 
Ainda com os olhos fechados, ela pode ouvir passos e alguém se sentar ao seu lado, esperou que dissesse alguma coisa, mais o silencio permaneceu... Só então ela abriu os olhos. Era Nicholas que a observava sorrindo.

_O que foi?_ ela perguntou.

_Nada_ deu de ombros_ só estava aqui vendo como você é linda.

_Tudo bem_ ela brincou_ o que quer senhor Hawkins?

_Estou me sentindo culpado por não lhe dar a atenção que merece_ confessou.

_Não se preocupe Nicholas, eu entendo_ ela garantiu.

_Sei que entende_ ele sorriu e se inclinou pra lhe dar um delicado beijo_ escute, esta noite, depois do jantar, vou compensar minha falta.

_Podemos fugir e jantar sozinhos_ ela propôs animada.

_Eu realmente adoraria, mais teremos um jantar importante aqui em casa hoje_ ele explicou_ uns amigos da família, minha mãe quer que todos conheçam você.

Demetria soltou um suspiro inconformado, ela odiava ter de ser exibida por ai como um troféu... Odiava profundamente toda aquela atenção que andava recebendo... Odiava ser tratada como um brinquedo.
Odiava aquela vida, uma vida que ela não queria ter. De repente o rosto de Joseph e suas palavras do outro dia lhe voltaram a mente... Odiava que ele tivesse razão.

_Não faça essa cara querida_ ele pediu.

_Sabe o quanto detesto isso_ ela suspirou.

_Eu sei, mais não vai ser tão ruim_ ele prometeu_ depois que o jantar terminar, serei seu pelo resto da noite.

_Não me convenceu_ ela revirou os olhos.

_Vamos Demi, anime-se_ ele implorou, odiava vê-la chateada_ porque não vai cavalgar como gosta de fazer e então quando voltar seremos só nós? Eu lhe protegerei das cobras durante o jantar.

_Tudo bem_ deu-se por vencida_ não tenho mesmo muita escolha.

_Eu prometo que será divertido_ roubou-lhe um beijo_ mais agora tenho de voltar ao trabalho.

Então ele foi embora, deixando-a novamente sozinha.
 
Demetria decidira seguir o conselho do noivo e ir cavalgar, no fundo ela esperava encontrar Joseph de novo. Sua irritação com a discussão do outro dia havia passado agora que ela havia pensado melhor... Ele tinha toda razão, exceto é claro pelas coisas que falara de Nicholas. Demetria não costumava ligar para o que os outros diziam dela e do noivo, mais por algum motivo sentiu que tinha de defendê-lo.

_Vamos Spirit_ ela disse acariciando o animal_ vamos fugir dessa prisão.

E ela cavalgou pra fora da mansão mais uma vez... Estava realmente tentada a não voltar. Não queria participar daquele jantar, queria desaparecer e nunca mais voltar, pra que ninguém tivesse de lhe dizer o que fazer.
Quando chegou ao mesmo lago que estivera alguns dias antes sentiu seu coração se acelerar... Ele estava lá, sentado no chão ao lado de seu cavalo olhando pra água. Parecia pensativo... Demetria desceu do cavalo e se aproximou devagar dele.
 

_Atrapalho alguma coisa?_ ela perguntou bem baixo, estava tão silencioso ali que o menor sussurro parecia incrivelmente alto.
 

_Você nunca atrapalha_ ele disse sem virar pra olhá-la, não precisava, reconhecera imediatamente a voz delicada e o perfume doce.

Ela se sentou ao lado dele, estava um pouco envergonhada.
 

_Do que esta fugindo hoje?_ ela perguntou.
 

_Lo sto solo aspettando_ ele sussurrou.

_Esperando pelo que?_ quis saber curiosa.
 

Ele não respondeu, apenas virou o rosto pra fitá-la com um sorriso triste... A expressão cansada no rosto dele era de partir o coração. E ainda assim ele estava incrivelmente lindo... Demetria ficou se perguntando o que o teria deixado tão pra baixo.

_Não esta mais com raiva de mim?_ ele perguntou divertido, mais a alegria não alcançara os olhos.

_Não_ deu de ombros_ fiquei zangada no outro dia por você ter jogado todas aquelas coisas na minha cara. Coisas que eu venho tentando esconder de todo mundo.

_Sou bom com segredos_ ele comentou_ eu vi nos seus olhos... Eles não escondem nada.

_Bem, seus olhos me dizem que esta triste_ ela disse com medo de estar sendo muito abusada_ não quer dizer por quê? É bem justo já que sabe tudo que me aflige.
 
_Não é nada importante_ ele garantiu_ nada que valha a pena preocupar você.
 

Mais ela estava curiosa pra saber, talvez pudesse ajudá-lo... Talvez pudesse dizer ou fazer algo que o fizesse se sentir melhor. Não gostou de vê-lo triste, por algum motivo que não entendia sentiu a necessidade de protegê-lo. Mais porque ela se importava?
Ele se levantou e caminhou devagar até o cavalo de Demetria, um sorriso um pouco mais sincero surgindo em seu rosto.

_Spirit_ ele disse acariciando o animal_ Nicholas te deu de presente?

_Sim_ ela concordou_ conhece esse cavalo?

_Foi meu pai que vendeu ele pro senhor Hawkins_ explicou_ ele o achou há muito tempo atrás, quando éramos crianças... Eu queria ficar com ele, mais não tínhamos condições, então meu pai o vendeu. Eu ia botar o nome dele de fantasma_ fez careta_ Nicholas achou um nome mais apropriado.
 

_Você gosta muito de animais não é?_ ela perguntou.

_Sim, embora eles não gostem muito de mim_ brincou.

Como se pra confirmar o que ele dissera, Spirit ficara de repente agitado, relinchando, tentando se afastar das mãos do rapaz. 
Joseph tentara acalmar o animal, mais não adiantara de muita coisa, então ele soltou o cavalo e se afastou... Tinha uma expressão perturbada no rosto quando olhou pra seu relógio de pulso.
Demetria ficava cada vez mais intrigada... O que será que havia de errado com ele?

_E você Demetria... Do que esta fugindo hoje?_ ele perguntou querendo romper o repentino silencio, sabia que sua evidente tristeza estava deixando a moça intrigada, mais simplesmente não conseguia disfarçar.

_Um jantar na casa da família Hawkins_ ela revirou os olhos, Joseph notara como ela ficava ainda mais linda quando estava irritada.
 

_Um jantar?_ ergueu a sobrancelha_ E eu quer achava que tinha problemas_ ele estava claramente sendo sarcástico.

_É sério_ ela resmungou_ não é um jantar qualquer.

_E o que tem de especial nele?_ perguntou curioso_ porque é algo ruim?

Demetria não conseguia entender porque estava se abrindo com aquele estranho, mais depois de começar a falar ela simplesmente não podia parar. Sentia-se estranhamente à vontade pra falar com ele... Ele parecia compreender. Algo em seus tristes olhos castanhos era incrivelmente acolhedor.

_A senhora Hawkins esta usando esse jantar estúpido pra me mostrar pras amigas dela... A noiva do filinho querido dela.

_Pelo visto você não gosta da atenção_ deduziu.

_O problema não é ela querer que suas amigas me conheçam, e sim o motivo pelo qual ela faz isso.

_Como assim?_ ele perguntou com interesse.

_É como se eu fosse um brinquedo_ explicou_ ela não o tem porque gosta, mais sim pra mostrar aos outros e parecer superior.

_Entendo_ ele assentiu.

_Entende?_ o fitou com cautela.

_Você não gosta que te usem, não gosta de ser um troféu, de ser diferente_ deu de ombros_ só quer viver sua vida em paz.

_É_ ela concordou fascinada por ele a compreender tão bem_ é exatamente assim que me sinto.

Os dois se fitaram em silencio, tão profundamente... Demetria sentira todo seu corpo se aquecer com aquele simples olhar. Ela estava envergonhada, mais se recusava a ser a primeira a desviar os olhos... Ela queria entender toda confusão que enxergava nele, toda aquela aflição.

_Você vai simplesmente participar do jantar?_ ele perguntou sem desgrudar os olhos dos dela_ porque não diz que não quer ir?

_Eu não tenho escolha_ respondeu simplesmente.

_Você sempre tem_ ele garantiu_ aposto que seu noivo te apoiaria.
 

_Não_ ela sacudiu a cabeça_ ele acha que a mãe dele é algum tipo de santa... Acha que tudo que ela faz é pro bem dele. Mais eu tenho um plano.

_Que plano?_ questionou.

_Estou pensando em não voltar pra casa hoje_ ela sorriu_ talvez passe a noite aqui na floresta, cavalgando.
 

Joseph ficou gelado de repente, os olhos se arregalaram ligeiramente.

_Você não pode fazer isso_ ele disse de forma apressada, seu tom de voz ficando exaltado.

_Porque não?_ Demetria perguntou assustada_ é melhor do que enfrentar as cobras.
 

Joseph caminhou até ela, parando apenas quando estavam bem perto, cara a cara, uma fina camada de ar separava os dois... Ele a fitava profundamente, ainda mais perturbado que antes... Demetria sentia seu coração prestes a saltar do peito.

_Hoje é noite de lua cheia_ ele sussurrou.

_E o que tem isso?_ ela perguntou perdida nos olhos dele.

_A Fera, ela vai aparecer esta noite_ ele disse_ não quero que nada te aconteça... Prometa que vai ficar em casa, que não vai sair.

_Eu não acredito nisso_ ela disse, a respiração falha.

_Não estou pedindo que você acredite_ lhe garantiu_ só... Prometa que vai ficar em casa... Prometa que vai ficar longe da floresta.

Demetria conteve o impulso repentino que lhe abateu de chegar mais perto dele... Estava tão próximo, ela podia sentir a respiração dele bater em seu rosto, o hálito doce, o perfume suave.
 
_Prometa Demetria_ ele insistiu.

_Eu prometo_ ela sussurrou, não podia negar nada a ele, não aquele instante.
 

Ele pareceu ficar mais aliviado, mais não se mexeu, continuou ali, a hipnotizando com seu olhar penetrante... Uma de suas mãos se ergueu pra tocar o rosto dela, e Demetria estremeceu por completo... A pele dele era quente... Como fogo.
 

_Você é tão quente_ ela disse sem pensar, apenas não podia se conter.
 

_Eu não suportaria vê-la machucada_ murmurou, sua voz um sussurro estrangulado cheio de dor.

Demetria fechou instintivamente os olhos, sentindo a mão dele acariciar seu rosto... O perfume dele era tão bom, antes que pudesse perceber estava se inclinando pra ele, tomada por um súbito desejo que não podia controlar. O rapaz observou os lábios delicados dela, tão próximos dos seus... Mais então se afastou subtamente, deixando a jovem atordoada.

_Tenho que ir embora_ ele murmurou subindo em seu cavalo negro com pressa_ esta tarde.

_Espera, onde você vai_ ela perguntou, sentindo um súbito vazio lhe encher o peito.

_Vá pra casa, e fique lá_ ele ordenou_ só assim vai estar segura... Vai.
 

Ele não deixou que ela dissesse mais nada, só deu uma ultima olhada em seu relógio e saiu às pressas... Estava atrasado.
 
Demetria ficou parada ali, desolada o vendo partir... Não entendia o que tinha lhe acontecido agora pouco, quase o beijara... Simplesmente não pode resistir. Ele era tão encantador... Tão fascinante.
E então ela se lembrara de Nicholas, do porque de estar em Vicenza... Ela iria se casar, não podia se deixar levar por impulsos daquele jeito, era errado.
 
Mais se era assim tão errado... Então porque sentia seu coração bater forte daquele jeito? Porque sentira aquele vazio quando ele fora embora? Porque estava desesperada pra vê-lo outra vez? Ela mal o conhecia.
 
Antes que enlouquecesse com todos aqueles pensamentos, montou em seu cavalo e disparou de volta pra casa.

Continua...

Bom gente dessa vez eu quero 10 Comentários pro próximo ok ?!


E sejam bem vindas novas Seguidoras :)).


15 comentários:

  1. ta muito legal sua fic
    tô viciada nela!
    Beijemi

    ResponderExcluir
  2. POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO,POSTA LOGO

    ResponderExcluir
  3. OMG OMG
    O Joe é a fera :-O
    E a Demi tá gamada nele *-*
    Ela desistirá do casamento?
    Posta + (eu to implorando)
    Bjonasemiley and stay strong like a skyscraper :*

    ResponderExcluir
  4. Por favor, posta logo, eu to necessitando de Jemi agora!

    ResponderExcluir